Amanda Carneiro
3 min readFeb 9, 2022

Investir x Gastar tempo

Investimento é colocar energia ou foco em algo esperando algum tipo de retorno. Seja um retorno financeiro, emocional ou social, aí vai de acordo com o seu objetivo.

Gasto, por outro lado, é algo que foi consumido ou usado. Não necessariamente desperdiçado. Mas, não trará um retorno necessariamente.
Investimento nem sempre é bom e gasto nem sempre é desnecessário. Mas uma coisa é fato, o investimento requer planejamento e comprometimento.

Quando falamos em investimento de tempo, normalmente o retorno esperado é algum tipo de retorno monetário, o trabalho é uma forma de investimento de tempo.

O tempo investido nas habilidades necessárias para o trabalho é um tempo que eventualmente é convertido em recompensa financeira. Se você investe muito do seu tempo em habilidades que o mercado valoriza, isso significa que seu retorno financeiro também vai ser valorizado e por consequência se seu tempo for investido em habilidades que não são tão relevantes para o momento do mercado, seu retorno financeiro não vai ser de valor tão alto ou talvez seja até inexistente. Acho que dá para fazer um paralelo com as moedas de cada país: se é um país desenvolvido e economicamente forte, “a moeda vale mais"… Se é uma habilidade ou conhecimento muito necessário, o valor por um trabalho é alto, se é uma habilidade saturada ou que está caindo em desuso, o valor é baixo.

Agora pode ser que surja uma dúvida: como saber qual é a coisa certa para investir meu tempo e obter o retorno financeiro que eu quero?

A resposta está em duas coisas: você e o mercado.

Estude o mercado em que você está ou que deseja entrar. Conheça as habilidades obrigatórias. Identifique o SEU ponto forte perante este mercado. E mais importante de tudo: se conheça, crie consciência sobre as habilidades que você tem, saiba quais são seus pontos fortes como profissional e como pessoa. Identifique o que você ama e o que detesta fazer…

Se você não souber nem por onde começar, se não tiver um mercado ou profissão escolhida, comece pelas habilidades valorizadas em todo lugar:

  1. Capacidade de Planejamento. Planejamento é a habilidade de antecipação, visualizar as coisas antes que elas aconteçam, entender quanto tempo é necessário para cada coisa e saber identificar imprevistos. Dá para começar pelas coisas da vida mesmo, uma viagem, um jantar, uma festa de aniversário… Isso vai ajudar a entender como você lida com prazos, imprevistos e custos.
  2. Assertividade. Essa habilidade está diretamente relacionada a inteligência emocional, segurança e comunicação clara. Todas as profissões e ambientes de trabalho precisam de profissionais assertivos. Desenvolver habilidades como comunicação clara e de qualidade vão te favorecer em qualquer mercado de trabalho.
  3. Colaboração. Não existe profissional sozinho. Mesmo que você seja autônomo, tenho certeza de que você precisa de outros profissionais e de que precisam de você também, então aprender a colaborar, ser prestativo e útil são habilidades que farão de você uma pessoa confiável e te ajudarão a desenvolver melhores relações profissionais.
  4. Criatividade. Não só de livros de regras e manuais vivem os profissionais. A criatividade na resolução de problemas é uma habilidade valorizada e necessária.
  5. Foco. Toda atividade de qualidade é desenvolvida com foco. O foco é uma das bases de um profissional de excelência. Estou falando do médico, do programador, do pedreiro, do advogado, do tatuador… estou falando de todos os profissionais.

Essas são só algumas habilidades que podem ser um investimento de tempo. Então se você não sabe por onde começar, talvez elas possam ser seu pontapé inicial e lembre-se, nem toda habilidade vai ser um bom investimento de tempo então saiba o que você quer e porque você quer. Isso já é um ótimo ponto de partida.

Amanda Carneiro

Engenheira de software, apaixonada por tecnologia. Amo arte, amo conhecer lugares novos e viver viajando é o que me motiva todos os dias.